ligamento colateral 1Além dos ligamentos cruzados anterior e posterior, o joelho possui os chamados ligamentos colaterais que também são importantes para a sua estabilidade.

Existem 2 grupos de ligamentos colaterais: o medial (interno) e o lateral (externo).

O grupo medial (canto posteromedial) é formado basicamente pelo ligamento colateral medial (superficial e profundo), pelo ligamento oblíquo posterior e pela cápsula articular.

O grupo lateral (canto posterolateral) é formado essencialmente pelo ligamento colateral lateral, pelo tendão do poplíteo, pelo ligamento poplíteofibular, pelo tendão do bíceps, pelo trato iliotibial e pela cápsula articular.

O ligamento colateral medial é responsável pela estabilidade em valgo do joelho, ou seja, evitando que o joelho vire para fora. O mecanismo da sua lesão ocorre geralmente nas divididas do futebol ou numa torção do joelho.

Já o ligamento colateral lateral é responsável pela estabilidade em varo do joelho, ou seja, evitando que o joelho vire para dentro. O mecanismo da sua lesão geralmente ocorre em lutas, no futebol ou numa torção do joelho.

O diagnóstico da lesão do ligamento colateral do joelho é feito pelo ortopedista especialista em joelho que deve fazer um exame clínico do joelho e solicitará exames complementares como a ressonância nuclear magnética (RNM) para confirmar a lesão.

A lesão dos ligamentos colaterais do joelho pode acontecer de forma isolada, ou seja, sem outros ligamentos envolvidos. Nesta situação, o tratamento normalmente é sem cirurgia com o uso de uma joelheira específica por 4 a 6 semanas, e seguido de fisioterapia para fortalecimento muscular e equilíbrio. A maioria dos pacientes retorna às atividades diárias em poucos dias e retorna aos esportes entre 6 a 8 semanas.

A cirurgia do joelho para reconstrução dos ligamentos colaterais é indicada quando há lesão de outros ligamentos do joelho como os ligamentos cruzados ou o paciente apresenta sinais de falseios ou instabilidade do joelho.

Na cirurgia, a reconstrução dos ligamentos colaterais é realizada com fragmentos de tendões do próprio paciente que são colocados no lugar dos ligamentos rompidos e fixados com pinos ou parafusos absorvíveis.

Em resumo, as lesões dos ligamentos colaterais do joelho são muito frequentes nos esportes e no dia a dia. O paciente com suspeita dessas lesões deve sempre ser avaliado pelo ortopedista especialista em joelho que avaliará cada caso e indicará o melhor tratamento.