joelho no esporte 1O joelho é a articulação que dá sustento a nossa carga e ao peso do nosso corpo, fazendo dele um “alvo” frequente de lesões e desgastes que acontecem no esporte e podem conduzir para uma cirurgia do joelho.

Dentre as diversas lesões nos esportes, a torção do joelho pode ocasionar ruptura de ligamentos, meniscos, luxação da patela e fraturas no joelho. Geralmente, o atleta sente dor, inchaço e até mesmo falseio. Esses são sinais e sintomas importantes de que alguma lesão aconteceu no joelho.

A torção do joelho é mais comum nos esportes como futebol, vôlei, basquete, handebol, danças, motocross, ski e esportes de aventura.

As lesões mais comuns ocasionadas por uma torção do joelho nos esportes são a ruptura do ligamento cruzado anterior, a ruptura dos ligamentos colaterais, a ruptura dos meniscos, a luxação da patela e algumas fraturas do joelho. O diagnóstico de todas essas lesões do joelho deve ser feito com um bom exame clínico, realizado pelo ortopedista especialista em joelho que solicitará exames complementares como o RX e a Ressonância Nuclear Magnética para então definir o diagnóstico preciso e indicar o melhor tratamento.

Outras lesões do joelho do atleta podem ser ocasionadas por esforços repetitivos que acontecem na corrida e em esportes de salto como vôlei, basquete e atletismo. Dentre essas lesões, as mais frequentes são a condromalácia patelar, a tendinite patelar, a tendinite do quadríceps, a síndrome do atrito da banda iliotibial que são causas de dor no joelho e de limitação da atividade física. Caso não sejam tratadas adequadamente, podem levar ao afastamento do esporte.

Além das torções e das tendinites, pode haver a lesão da cartilagem do joelho ou desgaste da cartilagem (artrose do joelho) em esportes de muito impacto como o futebol, a corrida e o triatlon.

A lesão da cartilagem do joelho pode causar dor e inchaço. Deve ser avaliada pelo ortopedista especialista em joelho que indicará o melhor tratamento para cada caso.

O tratamento das lesões do joelho no atleta varia conforme cada caso e cada esporte.

A ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA), a lesão do menisco e a luxação da patela geralmente têm indicação de cirurgia.

Já as tendinites e as lesões de cartilagem devem ser tratadas inicialmente com fisioterapia, fortalecimento muscular, diminuição do impacto e analgésicos. Outra opção de tratamento nas lesões de cartilagem por desgaste (artrose do joelho) é a infiltração do joelho com viscossuplementação ou corticóide que aliviam a dor e os sintomas da lesão.

Em resumo, com o aumento do número de pessoas que praticam esportes, tanto de forma amadora quanto profissional, as lesões do joelho nos esportes são cada vez mais frequentes no dia a dia.

Para o diagnóstico preciso e a indicação do melhor tratamento, as lesões do joelho no atleta devem ser avaliadas pelo ortopedista especialista em joelho que deverá fazer o exame clínico e solicitará exames complementares conforme cada caso.